Como começar a vender em marketplaces? Entenda aqui

vender em marketplaces
6 minutos para ler

Vender em marketplaces traz novas oportunidades de crescimento e de negócios, ajudando a sua empresa a concorrer com outros nomes fortes no mercado dentro de uma plataforma confiável e muito conhecida entre os clientes.

Porém, mesmo cientes dos ótimos resultados que essa estratégia pode trazer, muitos lojistas sentem dificuldade para começar a trabalhar com marketplaces.

Se este é o seu caso, confira o post completo! Certamente muitas dúvidas serão esclarecidas!

Quais são as vantagens de vender em marketplaces?

Marketplaces funcionam como verdadeiros shoppings virtuais. O site reúne diversas lojas de nichos variados, que expõem e vendem os seus produtos, além de prestar atendimento e tirar dúvidas sobre as ofertas.

Optar pelos marketplaces pode trazer diversos benefícios. Destacamos aqui os 3 principais.

Aumento da visibilidade

A internet é um terreno fértil para ampliar o alcance do seu e-commerce. Ao mesmo tempo, também é um espaço com forte concorrência, no qual é necessário usar diversas estratégias para se destacar.

O marketplace ajuda a encurtar esse caminho, permitindo que a sua loja fique em um endereço virtual acessado por muitas pessoas.

Marca de confiança

Muitos consumidores não sentem muita segurança na hora de comprar em plataformas pouco conhecidas ou de lojas novas.

Os marketplaces geralmente são de empresas com uma forte reputação no mercado, o que traz ao comprador a confiança necessária para informar os dados pessoais e fazer o pagamento.

Integração com ferramentas

Os marketplaces podem ser integrados com outras ferramentas que ajudam na gestão de vendas, como CRMs e ERPs.

Essa conexão de dados ajuda a entender a realidade da empresa e a pensar em estratégias que tragam aumento nas vendas.

Quais os primeiros passos para vender em marketplaces?

Para quem está decidido a aproveitar as vantagens que citamos acima, e quer começar a comercializar por marketplaces, vale seguir os seguintes passos.

Prepare a documentação

Para garantir a seriedade do espaço, os administradores de marketplaces pedem diversos documentos no cadastro, como inscrição no CNPJ, certidões negativas de débitos, entre outros.

As solicitações podem variar de uma plataforma para outra. Por isso, avalie quais são as obrigatoriedades da empresa com a qual você pretende negociar.

Confira os contratos

Da mesma maneira que, ao alugar uma loja em um shopping center, você precisa assinar um contrato com deveres e direitos, os marketplaces também têm essa particularidade.

Antes de fechar a integração do e-commerce com uma das plataformas, confira o contrato cuidadosamente, e avalie qual a melhor opção para você.

Fique atento aos padrões

Cada marketplace tem especificações quanto ao tamanho e resolução das imagens, dados nas descrições dos produtos, checkout, entre outros.

Procure sempre obedecer essas definições, afinal, um anúncio ruim pode prejudicar muito a performance da sua loja.

Tenha cuidado na precificação

Lembre-se que, em um marketplace, o consumidor tem uma facilidade maior de comparar preços, assim como condições de pagamento e prazo de entrega.

Um valor muito acima do mercado pode assustar, a não ser que haja uma boa justificativa para isso, como um produto feito com materiais nobres, por exemplo.

Faça uma pesquisa da concorrência e do público-alvo, além de avaliar os custos que o seu comércio tem e a margem de lucro esperada.

Seja coerente na escolha dos produtos

Há marketplaces para diversos nichos, e isso deve ser pensado na hora de decidir qual a melhor plataforma. Não é interessante, por exemplo, vender peças de eletrônica em um lugar voltado para o consumo de sapatos e bolsas, por exemplo.

Avalie os itens com os quais o seu e-commerce trabalha e evite espaços que o seu público-alvo não acessa.

Quais as melhores práticas para vender em marketplaces?

Agora que você já sabe como começar a trabalhar com marketplaces, confira também algumas dicas para obter melhores resultados.

Caprichar na descrição dos produtos

Tenha em mente que ao acessar uma página de um produto, o consumidor não está vendo o item pessoalmente. Por isso, podem surgir várias dúvidas, entre características físicas, de composição ou até de uso.

Para driblar essa dificuldade, é importante fazer a descrição mais completa possível, com todas as características do item.

Ter fotos de alta qualidade

As fotos também ajudam muito na decisão de compra, e apresentam vários detalhes sobre os produtos.

Para isso, as imagens devem ter alta resolução e permitirem a ampliação, para que o consumidor consiga conferir todos os pormenores da peça. Essas imagens também devem mostrar a mercadoria em vários ângulos.

Produzir vídeos

Um vídeo bem feito pode ajudar muito nas vendas, trazendo mais detalhes sobre o produto e tirando dúvidas.

Para isso, foque apenas na mercadoria em si, sem nome da loja nem dados do vendedor nesse arquivo, apenas no anúncio.

Com vídeos, o consumidor consegue ter uma visão melhor sobre o item e pode tomar a decisão de compra com mais segurança.

Fazer uma boa categorização

Para facilitar a busca de produtos, muitos clientes aplicam filtros na hora da compra. Para que a sua mercadoria apareça corretamente, é preciso ter um cuidado especial na hora de cadastrar os itens, colocando-os nas categorias corretas.

Sem essa classificação, a loja pode perder diversas oportunidades de venda.

Incluir informações logísticas

Para o comprador, é essencial saber as informações de frete, como valor e tempo de entrega. Por isso, inclua na plataforma os dados de medida e peso dos produtos, para que esse frete possa ser calculado corretamente.

Caprichar no atendimento

A qualidade do atendimento influencia muito na preferência do consumidor, e principalmente, na reputação da loja dentro do marketplace.

Este ponto é essencial para que o cliente escolha entre a sua loja e a de um concorrente. Procure atender o mais rápido possível, ser gentil e demonstrar boa vontade para resolver o problema do comprador.

Também vale montar um F.A.Q., que reúna as principais dúvidas, ganhando tempo e dando autonomia ao visitante.

Com essas dicas, é possível começar a vender em marketplaces e conseguir resultados melhores, em faturamento e volume de negócios. Trata-se de uma boa estratégia para levar os seus produtos para mais pessoas e tornar a sua loja mais conhecida!

Aproveite para curtir a nossa página no Facebook e acompanhar mais informações úteis!

Cases de sucesso Simplus
Você também pode gostar

Deixe um comentário